Está a Ler
Prontidão: uma postura eficaz para a maternidade exitosa.

Prontidão: uma postura eficaz para a maternidade exitosa.

Cláudia Mourão

Prontidão é um termo que faz muita alusão ao militarismo. A princípio, sugere uma ideia de alguém em posição de “sentido” ou como define o dicionário Português: significa ficar rígido, com as mãos espalmadas juntas às coxas e os braços ligeiramente curvos. Mas, na nossa análise aqui, o termo prontidão vai além dessa postura corporal, correspondendo a uma série de comportamentos e rotinas que a maternidade em tempos modernos tem exigido de uma mãe que deseja fortemente ser exitosa.

O êxito é o sucesso. O resultado final de alguém que se esforçou muito para obter algo ou atingir um objetivo. Logo, subentende-se que o caminho da maternidade é um processo de aprendizagem e, se a mãe ama de verdade seu filho ou sua filha, ela se esforçará, constantemente, para construir laços e vínculos sempre numa escala de crescimento. Digo isso porque é muito comum se ouvir comparações equivocadas sobre o tipo ideal de mãe como que “ser mãe” correspondesse apenas a uma lista pronta de habilidades e rotinas, desconsiderando situações adversas que a vida proporciona.

A maternidade inicia-se na gestação e não se findará nunca, pois uma mãe marcante perpassará gerações. Então, o princípio da prontidão se refere a uma mulher que diariamente percorre uma carreira, uma escala, de acordo com o crescimento dos filhos. E esta característica – a da prontidão – é adquirida através do conhecimento, de informações captadas para o melhor desenvolvimento da relação entre mães e filhos.

Nesse sentido, uma mãe de prontidão é uma mulher que ama a relação maternal porque concebeu a maternidade como um estilo de vida. Então, a maternidade se desenvolve em todas as áreas da sua vida. Ela não está pronta, pois está em processo de aprendizado com seus filhos e se esforçando para eles serem os melhores cidadãos do mundo.

Ela está de prontidão, comunicando-se, buscando ferramentas para dar o melhor de si. Se ela está estressada, gritando com os filhos, impaciente, cansada, com tarefas e afazeres acumulados, ela pode chorar, extravasar, até mesmo culpar os outros por tudo o que está dando errado.

Mas, logo ela vai se acalmar, relaxar, aquietar-se, reencontrar-se nas suas tarefas diárias, reordenar-se, ressignificar e buscar crescer com todos os acontecimentos cotidianos, pois para uma mãe de prontidão nada será em vão ou inútil, pois ela está em total sintonia com a maneira que escolheu exercer a maternidade. Assim, ela sempre achará, no final de tudo, um descanso nos braços de seus filhos e seus filhos em seus braços. Recomece, posicione-se e vença!

© 2014-2019 AS TAGARELAS Lda. | Todos os direitos reservados. 

IR PARA CIMA